Passou o que era velho, eis que tudo se fez novo!

'Passou-o-que-era-velho,-eis-que-tudo-se-fez-novo!-II-Cor-5,-17

“Passou o que era velho, eis que tudo se fez novo!” II Cor 5, 17

Iniciamos um Novo Ano. Às suas vésperas, celebramos a festa da Luz. Da Luz verdadeira que veio brilhar para nós, que vivíamos nas trevas da morte, como profetizou Isaias.

Qual o propósito de Deus para o meu ano de 2013?
Nós, discípulos de Jesus precisamos ter uma visão muito clara do objetivo da nossa existência: o desafio de mudar, o objetivo de sermos como Jesus em nossos relacionamentos, no caráter, no serviço, na missão.

Começamos a nossa caminhada com Jesus cheios de alegria e entusiasmo, mas vamos nos perdendo nos nossos próprios erros e fraquezas, dos quais já tínhamos nos libertado. E nesse momento a única coisa que fica é a sensação de que não podemos lutar contra essa predisposição ao erro. Não, não podemos mais viver assim. Considere-se morto para o pecado porque o Senhor já o libertou, e ele pagou a preço de cruz.

Lembre deste cântico: “Eis que faço novas todas as coisas, que faço novas todas as coisas. É vida que brota da vida…”

Sim, Jesus é o autor da vida, somente Ele pode nos dar vida nova. Através da graça do espírito Santo de Deus, recebemos novamente o batismo do espírito santo que pode restaurar-nos, curar-nos, pode e quer tocar profundamente, radicalmente nas nossas vidas hoje e nos tornar motivados, alegres, cheios de ânimo, cheios do Espírito Santo.

Pelo poder desta Unção podemos sentir o Amor de Deus a nos lavar de toda contaminação e sujeiras impregnadas em nós pelos nossos pecados. Uma vez que permitimos esta Graça, Deus nos mergulha em suas águas e com o poder redentor do Espírito Santo torna-nos limpos e puros como Deus desejou desde o princípio.

Nesse exato momento muitos esperam algo. Quem espera tem esperança, quem tem esperança crê, quem crê possuí a fé. Enquanto existe fé existe vida.
Lembre-se, que ganhando ou perdendo, sorrindo ou chorando, enquanto estivermos segurando nas mãos de Deus, poderemos ter a real certeza de que estamos no caminho certo.

 

Thiago Arcoverde – Ministério de Comunicação e Núcleo de Pastoreio do Crescendo na Graça

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: